quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Tigres

Tigre




O tigre é um animal de grande porte da família dos felinos ou felídeos pertence ao gênero dos phantera. Esse grande felino tem vários tipos de subespécies existentes, mas há muitas em extinção.

Um tigre macho pode pesar cerca de 300 kg, e a sua pelagem consiste normalmente em laranja – preta, e também branca – preta, que é o caso do tigre branco. O tigre é um dos quatro felinos com a mordida mais forte. Os seus dentes podem chegar a 10 cm, já as maiores garras podem atingir oito cm.

Os tigres são ótimos nadadores, no máximo, chegam a 5 km por hora. Eles são ótimos escaladores, suas listras são iguais à nossa digital, todas são únicas. São caçadores noturnos e apesar de seu grande tamanho, podem se aproximar de suas presas em completo silêncio, antes de se precipitar sobre elas a curta distância.

Subespécies

Tigre siberiano:

Atualmente, eles se encontram em uma pequena parte do leste da Rússia, onde eles estarão em segurança. O tigre siberiano é o maior das subespécies de tigres e o maior dos felinos existentes hoje, pesando entre 250 e 330 kg, tem cerca de 2,40 m a 3,15 m de comprimento e a sua cauda mede 1,10 m ou 1,20 m. O maior desses pesava 452kg, e era mantido em cativeiro.Eles arrastam um alce de 870 kg até o lugar onde deseja fazer sua preciosa refeicão.

Tigre de bengala:

É encontrado nas florestas e savanas de Bangladesh, Butão, Nepal, Índia, Myanmar.A população dessa subespécie é calculada em cerca de 3000 a 4600 tigres. No entanto muitos conservacionistas indianos, após algumas crises recentes como a de Sariska, duvidam de tal número, achando que ele é otimista demais. Eles acreditam que o verdadeiro número do tigre de Bengala na Índia possa ser menor que 2000, já que muitas das estatísticas são baseadas em identificação de pegadas, o que muitas vezes gera um resultado distorcido. Nos últimos anos, técnicas mais confiáveis foram usadas(como a fotografia através de câmeras camufladas no ambiente selvagem) e mostraram que o verdadeiro número e cerca de 200 indivíduos. Sua dieta consiste em gauros a maior espécie de bovídeo do Subcontinente Indiano, várias espécies de cervos, javalis, pítons em alguns casos chegam a alimentar-se de crocodilos e em casos extremos elefantes e rinocerontes adultos, mas em sua maioria são filhotes. A gestação demora de 98 a 113 dias, e tem em média entre 1 a 3 filhotes. É um animal solitário, unindo-se a outro indivíduo apenas durante a época de acasalamento. Sua área de domínio vai de 44 km² (fêmea), até 52 km²(macho). O peso médio é entre 150 kg e 299kg, no entanto, o maior tigre de Bengala encontrado no ambiente selvagem pesava 389 kg.



Tigre - malaio :

Presente exclusivamente no sul da peníncula malaia. Até 2004 não era considerada como uma subespécie de tigre.Até então era tido como parte da subespécie indochinesa.Tal classificação mudou em função de um estudo do laboratório de Estudos da diversidade Genômica, parte Instituto Nacional do Câncer,EUA.Segundo estimativas a população de tigres malaios selvagens é de 600 á 800 indivíduos, sendo a maior população de tigres após o tigre de bengala.É um ícone nacional na malásia, aparecendo na brasão e no logotipo de instituições do país,tais como o imalaia.



Tigre – de –bali :

Sua ocorrência era limitada á ilha de bali, na Indonésia. Estes tigres foram caçados até a extinção. O último exemplo de tigre balinês deve ter sido morto Subar Kima, oeste de bali em 27 de setembro de 1937, e era uma fêmea adulta.

Tigre – de – Java :

Era limitado á ilha Indonésia de Java. Esta subespécie foi extinta na década de 1980, como resultado de caça e destruição de seu habitat. Mas a extinção desta subespécie tornou-se extremamente provável já na década de 1950, quando havia menos de 25 animais em estado selvagem. O último animal selvagem foi avistado em 1979.



Tigre persa:

Tornou-se extinto na década de 1960, com o último sendo visto em 1968. Era encontrado no Afeganistão, Irã, Iraque, Mongólia, União Soviética e Turquia. De todas as subespécies de tigre era a mais ocidental, sendo a subespécie utilizada no coliseu de Roma. No começo do século XX foi alvo de perseguição por parte do governo da Rússia czarista (que acreditava não haver mais espaço para o tigre na região) por conta de um programa de colonização da área esta subespécie é dada como extinta, mas existem casos de registros visuais não confirmados.



Tigre branco:

Identificação: Os tigres são os maiores felídeos atuais. O tamanho variável com a subespécie sendo os tigres – de - samatra os mais pequenos e os tigres – de - amur os de maiores dimensões. A pelagem é branca cremosa (clara) com riscas castanhas longitudinais; é mais densa no Inverno, como uma adaptação ao frio; os olhos são azuis e o nariz rosado. Estes felinos resultam da expressão de genes recessivos quando ambos os progenitores são portadores do gene responsável pela cor clara de pelagem. Não são animais albinos.

Hábitos: São mais ativos ao crepúsculo e durante a noite. Caçam por emboscada e dependem mais da visão e da audição do que do olfato. São solitários (exceto durante a época de acasalamento) e territoriais. A cor clara da pelagem não é concordante com a estratégia de caça por emboscada, que assenta na camuflagem, e compromete a sobrevivência destes animais no estado selvagem a ponto de, atualmente, só existirem sob cuidados humanos desenvolvendo hábitos próprios dessa condição.

Dieta: Os tigres caçam preferencialmente veados e porcos selvagens, mas também outros mamíferos, aves, répteis e peixes. O tigre-branco segue uma dieta carnívora.

Reprodução: O acasalamento pode ocorrer em qualquer altura do ano. O período de gestação é de 102 a 112 dias, após os quais nascem geralmente duas ou três crias, numa toca ou entre vegetação densa. As crias são amamentadas por três a seis meses e acompanham a mãe durante dois a três anos, aprendendo com ela as técnicas de caça necessárias à sua sobrevivência futura como adultos solitários. Os machos atingem a maturidade sexual aos quatro a oito anos de idade e as fêmeas aos três a quatro anos de idade.



Tigre-do-sul-da-china:

O tigre do sul da china é um dos tigres mais ameaçados de todas as subespécies. Até o começo dos anos 1960 haviam aproximadamente tigres na China. Naquela época os tigres da china tinham maior população que os tigres de bengala e os tigres siberianos. Em 1959 Mao Tse Tung, na época do "grande salto adiante", declara os tigres uma praga.Então sugiu uma caçada em busca dos tigres, acabando com quase toda a espécie, atualmente, há apenas 59 tigres na China, e estão em cativeiro. Os tigre podem reproduzir-se de 8 a 12 crias por mãe e a sua gestação dura cerca de 17 meses. Ao nascer as crias podem ter 20cm de comprimento e 14cm de altura e 30kg. A idade media de um tigre é de 80 anos.

Também existiam os decendentes dos tigres, como o tigre – dente – de – sabre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário